Arrependimento (4): Os três tipos de homem

Podemos observar que hoje há no mundo três tipos de homem. O primeiro não quer saber de Deus. O segundo está muito interessado em Deus. O terceiro vive para Deus. São eles:

arrependimento-incredulo-religioso-discipulo

 

O incrédulo: Não quer dizer necessariamente ateu. É alguém que não tem interesse em Deus. Qual é o seu problema? Ele governa a sua vida. Controla todas as áreas de sua vida conforme a sua vontade e para seu próprio prazer. Tem o EU no centro de sua vida. Ele vive para si mesmo.

O religioso: É muito diferente do incrédulo. Acredita em Deus, lê a Bíblia, ora, canta, vai a reuniões, chama Jesus de Senhor, etc. Mas qual é o seu problema? O mesmo do incrédulo. Tem o EU no centro. Vive para si mesmo. Deus existe para abençoá-lo, curá-lo, servi-lo e salvá-lo; é um quebra-galho. Esse está pior que o incrédulo porque está se enganando.

O discípulo: Não vive mais para si mesmo, vive para Deus. Toda sua vida está estruturada em função da vontade de Deus. Jesus é o seu Senhor. Experimentou um verdadeiro arrependimento. Que diferença entre um discípulo e um religioso! Que amor! Que prontidão! Que docilidade! Como cresce e frutifica! Graças a Deus pela revelação do Seu reino!

Você deve ler com atenção os textos abaixo para ter mais esclarecimento e capacitação para ensinar a outros: Mt 5.20; 6.25-34; 7.13; 7.21-23; 8.18-22; 9.9; 10.37-39; 11.28-30; 13.44,45; 16.24,25; 19.29; Lc 9.23-26; 9.57-62; 12.29-34; 14.25-33; 18.18-30; Jo 12.24-26; At 3.19; 17.30.

Arrependimento

(Texto retirado da Apostila Princípios Elementares – Edição 2013
– Igreja em Salvador – Site Fazendo Discípulos)

 

Leia mais em:

A PORTA – Como se tornar um discípulo

Você pode gostar...